5 amores platônicos famosos #rotaroots

 Quem NUNCA se apaixonou à primeira vista por aquele protagonista do filme da sessão da tarde e, obcecada, obstinada, quis saber tudo sobre a vida dele e se declarava sua namorada oficial? Bom, se você ainda não teve essa experiência, você deve ser uma árvore fazendo fotossíntese (e precisa ver mais televisão a tarde!).
Acho que, como romântica irremediável, minha quantidade de amores platônicos tanto na vida real, quanto nessa vida irreal que a gente finge ter as vezes, é maior que a média mundial. Não me lembro ao certo de todos os Edwards e Harrys por quem me apaixonei à primeira vista, até porque todo dia tem um cara novo e lindo dentro do ônibus, e me é inevitável começar a criar histórias sobre como deve ser sua vida (aham, eu sou uma dessas pessoas estranhas que inventam histórias para as pessoas que estão andando normalmente na rua ou, no caso, estão sentadas num ônibus). Mas me lembro como se fosse ontem direitinho de uma dúzia de amores platônicos famosos que tive/tenho. Lembro que gastei horas em frente ao computador, salvando todas as fotos em que eles estavam apenas maravilhosos, fuçando a vida de cada um para saber o nome dos pais, dos irmãos, todas as namoradas que já teve, quais filmes já fizeram e quais ainda fariam... Em casos mais extremos, cheguei até a decorar entrevistas completas.
E depois ainda falam que ter um ou dois amores platônicos ao ano é saudável ao coração. A sociedade realmente está precisando de uma dose ou duas de realidade.

talvez esse seja o post mais cheio de beleza até agora
 
 Leo DiCaprio - Acho que meu primeiro amor platônico desde sempre foi o Leonardo DiCaprio. Eu tenho essa história engraçada de que, quando tinha 8 anos, minha mãe ganhou o VHS de Titanic e viu comigo numa tarde. Depois desse dia, eu chegava da aula e via o filme de novo. Todos. Os. Dias. Inclusive A cena dos dois dentro do carro. Mas deixa isso pra lá, porque aqui em casa a gente nunca foi de censurar muita coisa, o que explica meu estranho afeto por filmes de terror e suspense (sério, eu amo sentir medo, amo ver a familia tentando expulsar os espíritos, todo mundo morrendo etc...). E, por isso, culpo meus pais e meus avós por me deixar ver tantas vezes Titanic, um drama romântico que me fazia chorar - aos 8 anos de idade - até os créditos. Creio que foi aí que nasceu essa parte de mim muito dramática e a favor do amor, no matter what. Não, tenho 100% de certeza que foi nessa época.

 Christopher Uckermann -  Quando fiz uns 13-14 anos, um bom tempo depois de Titanic, comecei a gostar de Rebelde, aquela novelinha mexicana com os adolescentes dando no meio do corredor da escola e todo mundo achando normal. Ok, não era bem assim. Porém não deixava de ser bem avançado pra uma pré-adolescente. Mas, como eu falava, Rebelde é uma novela mexicana, ou seja, tem drama ação drama romance drama suspense drama e plot twist drama. Drama pra todo lado. E, como se não bastasse meu crescente nível drama da alma, as personagens principais tinham uma banda, e todo mundo ficava com todo mundo. Milhões de ships saltavam da tela, e ninguém podia fazer nada, porque não era a gente que decidia o futuro da novela (mesmo já tendo uns 10 canon). Enfim.
Eu desenvolvi uma atração especial por DyR, Diego e Roberta. Porque ele era o típico menino riquinho criado com vó, e ela a típica menina riquinha criada sem a mãe, que resolve se revoltar contra tudo e todos. Só sei que nada sei e, sempre que os dois brigavam, eu ficava pulando da cadeira para eles se beijarem e...acontecia. Acho que essas eram as fãs mais saudáveis e felizes de toda a novela. Basicamente, minha paixão platônica era por esse casal, mas não vou negar que me imaginei 1001 vezes sendo a Roberta. Sim, o ator não é AQUELAS maravilhas mas, para a Gabriella de 13-14 anos, ele era um príncipe latino.

Ben Barnes - Alguns meses e um show do RBD depois, tive uma leve, rápida porém desastrosa paixão pelo Ben Barnes ou, como muitos devem reconhecê-lo, o Príncipe Caspian, do filme As Crônicas de Nárnia. Por favor né gente, vamos combinar que esse homem falando com sotaque,vestindo aquelas roupas grudadas na pele por causa do mar e com aquele cabelão....... Não dá pra não pensar em você, tá cada vez mais difícil não poder te ver. Depois de um tempo bem pequeno, percebi que aquele era um amor perdido, porque ele já era velho demais MAS galera, ele continua o mesmo, mesmo depois de uns 5 anos. Esse povo de Hollywood, vai saber o que tomam no café da manha né.

 Jared Leto - E por falar em gente que não envelhece...Esse ai tá durando até hoje. É impossível pra mim não ouvir a voz desse homem cantando qualquer coisa, e não dar um ataque. Sério, qualquer coisa que sai da boca dele parece a canção dos anjos e, no final, você vai estar deitada nas nuvens implorando por mais. Deêm mais atenção pro Jared, não só no 30STM, mas também nos filmes em que ele atua. Não é qualquer um que, depois de uns 7 anos sem atuar, ganha milhões de prêmios no primeiro filme que faz (e como ator coadjuvante ainda). Nas minhas épocas de emo/chororô, meio que na transição do Ben Barnes para o próximo da lista, foi o Jared quem me ajudou a sair da fossa de ser uma adolescente perdida para as drogas a normalidade do dia a dia. E tirando que, nem de moicano rosa esse homem fica feio, misericórdia!


Robert Pattinson - No final da 7a série, aconteceu O evento revolucionário na minha vida: Li Crepúsculo. E foi só por conta desse homem inglês que se diz feio. Lembro de ter visto o Robert em Harry Potter e comentado com minha prima - que era a louca de HP - : "Mas como assim colocaram um ator mais bonito que o Daniel e já mataram ele no mesmo filme??Porque??". Hahaha! E então, quando vi que o tal ator ia fazer um filme sobre vampiros foi realmente A notícia da minha vida. Esse foi o amor platônico que mais durou e, admito, dura até hoje. RPattz tem todas as qualidades: ele é inglês e tem o dente torto, não se acha o último biscoito do pacote - mesmo sendo o último biscoito do último pacote do mundo inteiro - , CANTA, (omg, ele canta!!) é engraçado e, como se não fosse o suficiente, namorou com a protagonista do filme para aumentar a audiência e eles acabaram se gostando (pelo menos eu gosto de acreditar que sim). Toda a história Kristen&Robert ainda é seguida por milhões de fãs e, até hoje, tenho chiliques de meninha quando revejo os videos dos dois em premiações. Porque é um dos melhores ships da vida real. Porque eles tentam evitar ao máximo falar sobre a relação deles. Porque eles também não estão nem aí para os jornais. GENTE, eles usam as roupas um do outro!!



Plus: JAWS

Menções super especiais, mais que especiais, porquê eles também merecem:


Robert Langdon - Olha aqui, nem venham me julgar, mas já tive uma leve crush pelo Robert Langdon, aquele professor de Simbologia Religiosa dos livros do Dan Brown. C'mon, o cara é o louco dos símbolos, corre perigo de vida toda hora, resolve os mistérios com sua super memória fotográfica estilo Sherlock Holmes e ainda fica com a garota no final. Tirando que foi um dos primeiros amores platônicos de livros que tive, quando era bem novinha também.

Alex Pettyfer - Sigo esse menino desde Alex Rider Contra o Tempo e ô orgulho. Esse menino só cresce e, cada dia que passa, fica mais talentoso e mais bonito. Qualquer um que viu Magic Mike sabe do que estou falando.

Mr.Darcy - Depois de tudo que vocês leram sobre eu ser romântica e desesperada, precisa de mais alguma explicação? Se você, pobre pessoa descrente no amor, ainda não teve sua quedinha pelo Mr. Darcy, imagina ele andando pelos campos da Inglaterra no amanhecer, vindo em sua direção te encontrar porque ele também não conseguiu pregar os olhos a noite, não conseguia tirar você da cabeça e, mesmo com todos o seu orgulho e preconceito (got it?), ele vai dizer que te ama. Te ama...Te ama. Com esse cabelo ao vento.


Spike - Não preciso falar muito desse também não...Já disse muito nesse post. Fiquem com um gif desse ser maravilhoso que é o Spike.


Ted Mosby - O Ted foi o último amor platônico famoso de que consegui me lembrar... E, por ser o mais atual, me deixa muito ansiosa para escrever sobre ele. Sei lá, acho que todos precisam de um Ted Mosby na vida, seja como amigo, namorado ou colega de trabalho. Ele é uma pessoa comum que, durante a vida, sabe ser imprevisível e nunca desiste de correr atrás daquilo que quer (que, na verdade, acaba sendo só uma namorada que o ame de volta). Não tive balls para assistir os últimos dois episódios de HIMYM, assim vai parecer que nunca acabou, porque também não sei enfrentar despedidas muito bem. Já sei de tudo que acontece na Season Finale, já chinguei muito no twitter e quase fui assassinada por conta dos spoilers, hihi. Mas continuo dizendo: Ted Mosby tá fazendo falta no meu dia a dia.

 Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

11 comentários:

  1. Amei a sua lista, sério. Adorei seu jeito de escrever, mas amei ainda mais sua descrição para o Darcy: "imagina ele andando pelos campos da Inglaterra no amanhecer, vindo em sua direção te encontrar porque ele também não conseguiu pregar os olhos a noite, não conseguia tirar você da cabeça e, mesmo com todos o seu orgulho e preconceito (got it?), ele vai dizer que te ama. Te ama...Te ama. Com esse cabelo ao vento." Quase infartei só imaginando essa cena, hahaha.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Mr. Darcy <3 sério, não sei como tem gente que não gosta dele! hahaha!

      Excluir
  2. Adorei sua lista e, principalmente, seu jeito de escrever! Me identifiquei com várias coisas, como, por exemplo, ser romântica, dramática and desesperada. Como é que conseguimos? Huahua, Leo DiCaprio também vai pra minha lista quando eu a fizer, e é impossível tirar Mr. Darcy da jogada. Ah, o Ted! Adoro o personagem e me identifico com ele de tantas maneiras que sinto saudades do seriado. É, convenhamos que o final dele não foi os melhores, mas eu simplesmente finjo que nada disso aconteceu e sigo a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ser romântica, dramática e desesperada é um fardo que carregaremos até a morte! hahahaha, mas há quem goste!
      Também to meio que fingindo que nada disso aconteceu e seguindo a vida...Único jeito de não entrar naquelas depressões! ahahhaha!
      Obrigada pela visita ;)

      Excluir
  3. Adoro Jared, lindo!


    http://maeaocubo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. omg Jared Leto!! ele é mesmo, não é? simplesmente amo!

      Excluir
  4. Olá Gabi, nesse mundo de blogs eu acabei parando aqui.. gostei do blog.. E dessas minhas paixões platônicas que vc teve, eu posso dizer que sentir pelo Cris (afinal era era/sou fã de RBD e gostava dos três meninos kk) e de Robert Pattison.. Abraços ;)

    ResponderExcluir
  5. Ai meu coração! Como eu deixei o Christopher de fora ? :O Jared é de suspirar, e Rob eu não vou nem falar pq tô na dele até hoje, esse homi é lindimais!!!!! UEHUEHUHEUHE
    beijos
    www.e-sodani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Mr. Darcy e Leo DiCaprio, boas escolhas hahaha.
    Também acho o Robert lindão.
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Amei a sua lista GIGANTE de amorzinho! hahahaha
    Eba, mais uma louca pelo Chris <3 <3

    ResponderExcluir
  8. Sua lista tá enorme hahaha.
    E por favor, Jared Leto, quem nunca amou né? haha

    ResponderExcluir